Veja os benefícios mentais e físicos que as viagens proporcionam a todos, e, em especial, aos viajantes Seniors!

Com a chegada da aposentadoria muitos são contaminados pelo vírus viajante. Alguns nem são muito propensos a sair de casa e se aventurarem por aí, mas pretendo mostrar aqui alguns dos benefícios que a exploração de novos lugares pode proporcionar às mentes e aos físicos do público maduro.

Mesmo que não possamos pagar viagens pelo mundo, pesquisas mostram que viajar (perto ou longe) é um benefício para a saúde mental e física. Idosos, em particular, podem se beneficiar do treino de mente e corpo que a viagem exige. Se você atingiu a idade madura, adicionar alguma viagem à sua lista de desejos deve ser uma necessidade definitiva.

Aparecida do Norte, São Paulo, Brasil

Viajar é bom para a mente

Um artigo intitulado “Destino Envelhecimento Saudável: os benefícios físicos, cognitivos e sociais da viagem” destacou recentemente alguns dos benefícios mentais que a viagem pode trazer aos idosos. Coisas como planejar os detalhes de uma viagem, navegar em novas cidades, explorar museus, conversar com novas pessoas, praticar novas linguagens e conhecer novas culturas podem flexionar os músculos mentais, mantendo os cérebros dos Sêniors ativos e engajados.

https://www.globalcoalitiononaging.com/v2/data/uploads/documents/destination-healthy-aging-white-paper_final-web.pdf

Há também o componente de relaxamento. Pode-se pensar que os idosos não precisem relaxar, mas suas vidas são muitas vezes repletas de eventos sociais, profissionais e familiares. Mas não é bem assim. Idosos também sofrem estresse decorrentes dos mais variados motivos.

“Com uma pequena lista de atividades diárias que uma viagem exige, mente e corpo se liberam da rotina de seus dias obtendo o alívio do estresse como resultado principal”, disse Margaret J. King, diretora do Centro Cultural Studies & Analysis.

Great Ocean Road, Victoria, Australia

Os benefícios físicos da viagem

Os idosos também podem se beneficiar da atividade física que geralmente acompanha as viagens. Seja andando pelos museus, percorrendo novas cidades para ver os pontos turísticos ou pegar o transporte público, há muitos desafios físicos que acompanham as viagens. Esses desafios podem ajudar a nos manter saudáveis ​​e em forma, desde que não sejam demais.

Sem perceber, caminhamos muito mais durante as viagens do que na cidade em que vivemos. Eu, por exemplo, costumo caminhar até 10 quilômetros por dia durante uma viagem.

Vale Sagrado, Cusco, Peru

Dicas de segurança para viajar

  • Para permanecermos saudáveis durante a viagem, importante que sejamos cuidadosos antes, durante e depois de nossa aventuras. Aqui estão algumas dicas para manter suas viagens saudáveis ​​e divertidas:
  • Esteja em dia com os seus exames de rotina. Mesmo que você esteja viajando para uma cidade a uma hora de distância, é bom informar ao seu médico de confiança de que atividades você participará e com quem planeja participar. Se viajar para o estrangeiro, o seu médico também pode aconselhá-lo a obter determinadas imunizações antes de sair. Em São Paulo, o Hospital Emilio Ribas fornece um excelente serviços de orientação a viajantes. Qualquer pessoa pode utilizar esse serviço, não precisa ser paciente do hospital.A equipe médica fornece informação, orientação e avalia o risco de adoecimento de acordo com áreas de risco para doenças. A avaliação é feita durante consultas pré-viagem, em trânsito e após o retorno. Recomendam-se vacinas e outras medidas de prevenção, tais como quimioprofilaxia para malária e demais informações  são também discutidas. As consultas são agendadas previamente pelo e-mail agendamento@emilioribas.sp.gov.br de segunda à sexta-feira. http://www.emilioribas.sp.gov.br/pacientes-e-acompanhantes/medicina-do-viajante/
  • Fique atento às medicações de uso rotineiro e leve a quantidade necessária em sua viagem. Carregue consigo suas receitas médicas.
  • Diga a sua família e amigos onde você ficará hospedado e o que planeja fazer. Um itinerário será muito útil para seus entes queridos no caso de uma emergência.
  • Obtenha um seguro de viagem. Se algo der errado e você precisar de tratamento médico enquanto estiver no exterior (ou mesmo em uma área fora da rede de atendimento), será muito bom estar segurado.
  • Não se esforce muito. Se você se sentir exausto significa que atingiu o limite de seu dia. Tome um fôlego e relaxe – afinal, férias e passeios existem para isso.
  • Atualmente, é fácil comprar um chip pré-pago para celular quando se viaja ao exterior. Estar conectado à internet, ou poder se comunicar mais facilmente é condição essencial nos dias de hoje.
  • Se a mobilidade for um problema, verifique se os prestadores de serviços podem oferecer acomodações adequadas, como acesso a uma cadeira de rodas em um aeroporto e elevadores de trabalho ou um quarto no andar térreo de um hotel.
  • Especialmente em voos longos, certifique-se de que os assentos reservados estejam perto do lavatório e lembre-se de usar calçados e roupas adequados, como meias especiais para viagem.

Espero que este texto permita àqueles que estejam se sentindo desanimados, depressivos ou solitários, sentirem vontade suficiente para pensarem em fazer as malas e partirem para novas aventuras fora de casa.

VIAJAR É VIDA!